Bienvenid@s!

El Credo de Buda

- No creáis en nada simplemente porque lo diga la tradición, ni siquiera aunque muchas generaciones de personas nacidas en muchos lugares hayan creído en ello durante muchos siglos.
- No creáis en nada por el simple hecho de que muchos lo crean o finjan que lo crean.
- No creáis en nada porque así lo hayan creído los sabios de otras épocas.
- No creáis en lo que vuestra propia imaginación os propone cayendo en la trampa de pensar que Dios os lo inspira.
- No creáis en lo que dicen las sagradas escrituras, sólo porque ellas lo digan.
- No creáis a los sacerdotes ni a ningún otro ser humano.
- Creed únicamente en lo que vosotros mismos hayáis experimentado, verificado y aceptado después de someterlo al dictamen del discernimiento y a la voz de la conciencia.

BUDA

2014/07/07

Arcanjo Uriel 01.07.14 - Carta I

Arcanjo Uriel 01.07.14 - Carta I


Arcanjo Uriel 01.07.14 - Carta I

Amados, eu sou Uriel, Arcanjo da Presença e da Reversão. Minha Presença se acha hoje assentada no Sol deste sistema solar e, por 12 dias, o raio de minha energia se dirigirá de maneira específica à humanidade do planeta Terra para impulsioná-la à transcendência e à unificação.
Minha Presença sempre se manifesta junto a todas as expressões da vida planetária nos momentos de reversão e conclusão e início de ciclos. Assim que, neste momento particular onde o reino humano da Terra vive, dentro de um ciclo maior e planetário de transição, um ponto de reversão particular, eu me achego a cada alma, em acolhimento e amor.
Meu corpo solar é um recinto que nestes dias tudo abarca e tudo envolve, ressoando um impulso dinamizador e que visa catapultar, de certa forma, o conjunto desta humanidade a uma forma diferente de inter-relação, a uma forma diferente de interdependência. Meu corpo solar, como uma grande árvore, ressoa e aglutina as almas humanas da Terra e formamos juntos a Grande Árvore da Interdependência.
Filhos e filhas - pois nestes dias, além de vosso irmão, eu encarno a face do Pai para todos vós - muitos de vocês vêm tocando outro estado, outra posição em relação à Vida, um estado que eu não chamaria de novo, pois ele diz respeito à expressão original e natural da alma, mas de todo modo, um estado diferente, radicalmente distinto do prisma que até então coloriu vossa experiência. Este estado, que a cada dia mais e mais de vocês redescobrem, tocam ou nele se aprofundam, se instala a partir do reconhecimento ou despertar para a unidade essencial da Vida.
Este reconhecimento que começa a tocar os estratos mais externos da percepção é vivido pela alma como um batismo de Fogo Vivo, um Fogo que é a própria Essência, ou como alguns nomearam o Grande Espírito. É neste ponto que uma primeira mudança radical ocorre, embora este evento passe despercebido para a grande maioria - ele é percebido em geral pelos seus efeitos na entidade concretamente manifestada, pelas modificações que se tornam aparentes na estrutura psicofísica que vocês denominam personalidade - pois este banho no Fogo Vivo vibra na alma humana a Verdade de sua Unidade de fato; uma unidade que não é individual - como ao longo da experiência de esquecimento a alma experimentou - mas Unidade Universal, onde a alma desperta para a Verdade de sua eternidade enquanto o próprio Ser ou Grande Espírito e de sua ilusão ou efemeridade enquanto aspecto individualizado do Um Ser.
Esta lente do individualismo condicionou e ainda condiciona até certo ponto a expressão da alma humana, que já foi planetariamente liberada dos véus e dos grilhões que aceitou voluntariamente assumir como parte de seu serviço a este planeta. No entanto, a atualização desta liberação para esta mesma expressão exterior - humana e planetária - passa por um processo que muitos irmãos e irmãs denominam com vocês de Transição Planetária.
À medida que a alma humana vai sendo abalada e despertada de seu sono parcial, a lente do individualismo que condiciona sua expressão superficial vai se tornando mais fina, mais frágil, começa a apresentar pequenos buracos através dos quais vocês já vislumbram uma nova Realidade - nova para a pessoa que vocês manifestam, mas reconhecida por vocês internamente como a única Realidade possível, como sua verdadeira morada e lar original.
Nestes dias, eu vos convido a todos a se unirem a mim conscientemente, em atenção e intenção, pois todas as almas já vibram no Canto da Unidade que eu entoo. Eu vos convido a se permitirem ser acolhidos por mim e em mim, embalados em minha Ressonância, envolvidos em minha Doçura, para desfrutarmos juntos de um momento de Êxtase que logo vocês reconhecerão, nunca teve início ou fim. Celebremos nesta Onda de Fogo Vivo que se derrama de meu Coração, que é vosso Coração.
Eu sou Uriel, Arcanjo da Doçura e da Reversão para o Amor e eu vos amo.


Sem comentários:

Enviar um comentário